OLA AMIGO OU AMIGA FIBROMIÁLGICO....

VOCÊ ESTÁ ENTRANDO NO MUNDO DOS FIBROMIÁLGICOS.
SEJA BEM VINDO! WELCOME! BIEN VENIDO!
Mas antes vamos saber o que é a SÍNDROME DA FIBROMIALGIA.


O termo fibromialgia refere-se a uma condição dolorosa generalizada e crônica. É considerada uma síndrome porque engloba uma série de manifestações clínicas como dor, fadiga, indisposição, distúrbios do sono. No passado, pessoas que apresentavam dor generalizada e uma série de queixas mal definidas não eram levadas muito a sério. Por vezes problemas emocionais eram considerados como fator determinante desse quadro ou então um diagnóstico nebuloso de “fibrosite” era estabelecido. Isso porque acreditava-se que houvesse o envolvimento de um processo inflamatório muscular, daí a terminação “ite”. Atualmente sabe-se que a fibromialgia é uma forma de reumatismo associada à da sensibilidade do indivíduo frente a um estímulo doloroso. O termo reumatismo pode ser justificado pelo fato de a fibromialgia envolver músculos, tendões e ligamentos. O que não quer dizer que acarrete deformidade física ou outros tipos de seqüela. No entanto a fibromialgia pode prejudicar a qualidade de vida e o desempenho profissional, motivos que plenamente justificam que o paciente seja levado a sério em suas queixas. Como não existem exames complementares que por si só confirmem o diagnóstico, a experiência clínica do profissional que avalia o paciente com fibromialgia é fundamental para o sucesso do tratamento.
A partir da década de 80 pesquisadores do mundo inteiro têm se interessado pela fibromialgia. Vários estudos foram publicados, inclusive critérios que auxiliam no diagnóstico dessa síndrome, diferenciando-a de outras condições que acarretem dor muscular ou óssea. Esses critérios valorizam a questão da dor generalizada por um período maior que três meses e a presença de pontos dolorosos padronizados. Diferentes fatores, isolados ou combinados, podem favorecer as manifestações da fibromialgia, dentre eles doenças graves, traumas emocionais ou físicos e mudanças hormonais. Assim sendo, uma infecção, um episódio de gripe ou um acidente de carro, podem estimular o aparecimento dessa síndrome. Por outro lado, os sintomas de fibromialgia podem provocar alterações no humor e diminuição da atividade física, o que agrava a condição de dor. Pesquisas têm também procurado o papel de certos hormônios ou produtos químicos orgânicos que possam influenciar na manifestação da dor, no sono e no humor. Muito se tem estudado sobre o envolvimento na fibromialgia de hormônios e de substâncias que participam da transmissão da dor. Essas pesquisas podem resultar em um melhor entendimento dessa síndrome e portanto proporcionar um tratamento mais efetivo e até mesmo a sua prevenção.
Fonte: http://www.fibromialgia.com.br/novosite/index.php?modulo=pacientes_artigos&id_mat=4

O CID CORRETO PARA FIBROMIALGIA É
CID 10 M 79.7, desde 2004

fonte: http://www.datasus.gov.br/cid10/v2008/v2008.htm

Aqui falaremos a mesma língua....
Com todo cuidado que merece você será tratado.
E tenho certeza que você fará o mesmo pelos nossos amigos e amigas fibromiálgicos(as)


Se quiser entrar em contato conosco, você pode se utilizar do espaço já aberto aqui, em cada postagem... chamado "Comentário".
Ou ainda, você poderá enviar e-mail para o seguinte endereço:
abrafibro@gmail.com

Estamos também no Facebook: www.facebook.com/abrafibro.segundoperfil

Teremos sempre muito prazer em receber sua mensagem ou sua visita. Até lá então....
Agora,

Boa Leitura!

quarta-feira, 28 de maio de 2008

COMO ENTENDER OS PERITOS DO INSS?

URGENTE: PORDADORES DE FIBROMIAGIA E OUTROS RECEBEM ALTA DO INSS, MESMO ESTANDO ESSES INCAPACITADOS PARA O TRABALHO, SENDO QUE OS PERITOS SIMPLESMENTE ESTÃO IGNORANDO LAUDOS E RELATÓRIOS MÉDICOS ENTREGUES NO ATO DA PERÍCIA

SERÁ QUE ALGUÉM SABERIA RESPONDER O PORQUE DESSAS NOVAS MEDIDAS???

LEIAM COM ATENÇÃO, E APROVEITEM PARA ESCREVER PARA A OUVIDORIA - ATENDIMENTO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL
Várias pessoas com a Sindrome da Fibromialgia, tem comparecido na pericia e recebido alta, sem justa causa, pois ainda não estão capacitados para as atividades laboriais, portanto todos temos que dar a nossa opinião - "manifesto" para a ouvidoria - o endereço eletrônico está abaixo na mensagem que me enviaram, pois eu tinha mandado mensagem para o Ministério da Previdência Social.
Conto com a participação de todos e peço que repassem para todos os amigos com a Síndrome da Fibromialgia ou até outras enfermidades, pois parece que as mudanças no inss e os peritos estão cada vez mais terríveis, talvez tirando os benefícios dos doentes, será que é porque a SF é doença fantasma?
Prezado cidadão, > Informamos que a Ouvidoria-Geral da Previdência Social tem um novo sistema> para registro e acompanhamento de suas reclamações, denúncias, elogios ou> solicitações. Este sistema SOUWEB está disponível no endereço eletrônico:> http://ouvidoria.previdencia.gov.br/souweb/preparePesquisaInternauta.do> > O sistema é totalmente seguro e a Ouvidoria guarda sigilo das informações> recebidas.>> Att.> > SOuvidoria-Geral da Previdência ocial> > -----Mensagem original-----> De: PREVCartas Web - Assessoria de Comunicacao Social - INSSRJ > Enviada em: quinta-feira, 8 de maio de 2008 18:51> Para: Ouvidoria - MPS> Assunto: ENC: Assuntos diversos> Prioridade: Alta> > -----Mensagem original-----> De: crisuti@hotmail.com [mailto:crisuti@hotmail.com]> Enviada em: quarta-feira, 7 de maio de 2008 20:22> Para: PREVCartas Web - Assessoria de Comunicacao Social - INSSRJ> Assunto: Assuntos diversos> Prioridade: Alta> > > Subject: Assuntos diversos> > Nome: Maria Cristina Quintana Ribeiro Garcia> > Organizacao: > > Relacionamento: > > Logradouro: > > Numero: número -> > bairro: Boqueirão> > cidade: Santos> > estado: São Paulo> > codigopostal: 11.025-030> > pais: Brasil> > Sou paciente fibromiálgica, aposentada por invalidez em 2005, com a Síndrome> da Fibromialgia, Síndrome da Fadiga Crônica, Neuralgia do Trigemeo,> Estresse, Depressão, osteoporose, Sindrome do Intestino Irritável. Somente> em julho de 2007 pude conhecer pessoas com a Sindrome da Fibromialgia,> constando, em pesquisas estatísticas, o número enorme de mulheres totalmente> incapacitadas, recebendo alta no INSS, sem condições de assumir suas> atividades laborais, estando então com nova entrada de licença pelo INSS,> sem receber benefícios, sem tratamento adequado, sem medicamentos, portanto> sendo tratadas como pessoas com 'uma doença fantasma', sendo que nós> pacientes não somos fantasma, existimos, temos dores e sintomas terríveis,> baixa qualidade de vida, sem encontrar especialistas na área, sendo que as> dores fibromiálgicas são equivalentes às dores oncológicas. Apesar de> dizerem que é uma doença nova, isso não é a realidade, ela existe há tempos,> e muitas pesquisas estão sendo feitas, ainda não se encontrando um> tratamento adequado para tal enfermidade. Estou acamada há oito anos, já> estive numa cadeira de rodas, e tenho apenas duas horas energia/dia, isso> dependendo das crises de diarréia, vômitos, e todos os inúmero sintomas que> a maioria das pessoas podem confirmar em qualquer simples pesquisa na> internet. Venho então através desta, pediar ao Governo ou a quem de direito,> que façam alguma coisa em relação a essas mulheres, que são a maioria, que> não têm condições de passar por reabilitação profissional, estão sendo> tratadas sem nenhuma dignidade, e mesmo aqueles que insistem em dizer que a> Fibromialgia é emocional, mesmo que assim seja, não deixa então de ser uma> doença, pois não conhecço nenhuma enfermidade que não traga junto a> depressão, e nenhuma doença que suporte alterações no fator emocional, se> agravando quando isso ocorre. > Talvez, se a fibromialgia fosse tratada antes de sua evolução, quem sabe uma> mudança na vida ocupacional do portador, melhorasse os sintomas, mas até o> momento não conheci nenhum portador de fibromialgia que tenha alcançado a> cura, pois não temos médicos especialistas para tratar de determinada doença> ainda não estudada adequadamente. O tempo de licença para a fibromialgia diz> ser de no máximo 60 dias, mas 90% dos fibromiiálgicos que tenho entrado em> contato, estão há mais de três anos enfermos, mas lúcidos, estamos doentes,> não somos doentes, considero a Sindrome da Fibromialgia uma doença muito> mais séria que o câncer, onde grandes amigos fazem o tratamento, trabalham,> vivem normalmente, sem nunca terem sentido as dores que todos nós,> fibromiálgicos, sentimos todos os dias, faça sol ou chuva, com ou sem> medicamentos, as dores e sintomas são insuportáveis. Pessoalmente, apesar de> estar enferma ha treze anos, e oito anos consecutivos em uma cama, tendo> medicamentos e médicos especialistas a minha disposição e estando também> aposentada por perito médico sério, que não me iludiu a respeito da cura da> fibro, venho através desta mensagem pedir aos órgãos competentes que> coloquem peritos especialistas nessa área de dor crônica, que esses> pacientes sejam tratados com maior dignidade e respeito, que tenham eles> direito a tratamento adequado, que o governo e a área de saúde distribuam> medicamentos, como o são para os Aidéticos, Tuberculosos, enfim, pois essa> enfermidade é dolorida e cruel, onde um paciente necessita de no mínimo mil> reais para fazer um tratamento adequado, com convênio, pois conheci o> Hospital das Clínicas de São Paulo, fui triplicamente diagnostica, fiz> exames sofisticadíssimos e no entando desejo que todos aqueles que sofrem o> mesmo que eu, tenham o direito de viver suas poucas horas/energia dia. Me> coloco à disposição de todos, podem me usar até como objeto de estudo, faço> o que for necessário em prol de todos os portadores da Sindrome da> Fibromialgia, onde muitos a chamam de doença fantasma. A doença pode ser> fantasma, mas NÓS PACIENTES NÃO! Imagino o quão complexo deve ser> administrar a Previdência Social, mas peço humildemente que revejam tudo> que estiver ligado a essa síndrome, que tenham peritos reumatologistas e> especialistas em dor crônica, já que sabemos que as dores nada tem a ver com> a área de ortopedia ou outra. > POR FAVOR, NÃO IGNOREM ESSE PEDIDO, GOSTARIA IMENSAMENTE QUE, MESMO SOB> EFEITO DE MEDICAMENTOS, ESSAS PESSOAS PUDESSEM VIVER UMA QUALIDADE DE VIDA> MELHOR, E PARA ISSO SÃO NECESSÁRIAS MUITAS MUDANÇAS E UMA NOVA VISÃO EM> RELAÇÃO A FIBROMIALGIA. fAÇO USO DE MORFINA E DIVERSOS OUTROS MEDICAMENTOS,> MUITO MAIS SÉRIOS QUE MINHA PRÓPRIA IRMÃ, QUE TEM CÂNCER NO FÍGADO, E NO> ENTANTO NÃO PASSA POR ESSAS DORES INTENSAS. Tenho muitas e muitas> esperanças, desejo que meu próximo tenha os mesmos direitos que estou tendo,> não me sinto bem diante das pessoas com dores e sem tratamento e> medicamentos, sabem porquê? DOR É COISA SÉRIA. POR FAVOR NOS AJUDEM, POIS> FALO EM NOME DOS FIBROMIÁLGICOS DESSE NOSSO PAÍS MARAVILHOSO, ONDE SEI QUE> EXISTEM PESSOAS CAPACITADAS O SUFICIENTE PARA RESOLVER OS PROBLEMAS NA ÁREA> DE SAÚDE. CONTO COM VOCÊS E PEÇO DESCULPAS, CASO NÃO TENHA CONSEGUIDO ME> ESPRESSAR, SOU APENAS UMA PROFESSORA UNIFERSITÁRIA, FIBROMIALGICA, COM A> VIDA PROFISSIONAL, SOCIAL, E FAMILIAR INTERROMPIDA POR UMA ENFERMIDADE POUCO> CONHECIDA. AGRADEÇO POR ESSE ESPAÇO E ESPERO ANSIOSAMENTE POR MUDANÇAS.> Profa. Maria Cristina Quintana Ribeiro Garcia
Postar um comentário

Títulos HTML/JAVASCRIPT

Validando

Share It

Loading...

NOTÍCIAS NO BRASIL E NO MUNDO QUE ENVOLVAM CADA PALAVRA ABAIXO:

Loading...

PRINCIPAIS NOTÍCIAS

Loading...