Seja Bem Vindo ao Universo do Fibromiálgico

A Abrafibro - Assoc Bras dos Fibromiálgicos traz para você, seus familiares, amigos, simpatizantes e estudantes uma vasta lista de assuntos, todos voltados à Fibromialgia e aos Fibromiálgicos.
A leitura sobre a Fibromialgia é parte integrante do tratamento multidisciplinar. Conhecendo e desmistificando a Fibromialgia, todos deixarão de lado preconceitos, conceitos errôneos, para passarem a ser mais assertivos com relação ao tratamento, ao estilo de vida, a compreensão de seu próprio corpo. Fazendo com que, o gerenciamento dos sintomas não se torne algo ainda mais difícil.
A Fibromialgia é uma síndrome, é real, é uma incógnita para a medicina.
Pelo complexo fato de ser uma síndrome, que engloba uma série de sintomas e outras doenças - comorbidades, dificulta e muito os estudos e o próprio avanço das pesquisas.
Porém, cientistas do mundo inteiro dedicam-se ao seu estudo, para melhorar a qualidade de vida de todos os pacientes fibromiálgicos.
Existem diversos níveis de comprometimento dentro da própria doença. Alguns pacientes são mais refratários que outros, ou seja, seu organismo não reage da mesma forma que a maioria, aos tratamentos convencionais.
Sim, atualmente compreendem que a doença é "na cabeça", e não "da cabeça". Isto porque esta conclusão foi detalhada em exames de imagens, Ressonância Magnética Funcional, que é capaz de mostrar as zonas ativadas do cérebro do paciente fibromiálgico quando estimulado à dor. É muito maior o campo ativada, em comparação ao mesmo estímulo dado a um paciente que não é fibromiálgico. Seu campo é muito menor.
Assim, o estímulo disparando zonas muito maiores no cérebro, é capaz de gerar sensações ainda mais potenciais de dor, entre outros sintomas (vide imagem no alto da página).
Por que isso acontece? Como isso acontece? Como definir a causa? Como interromper este efeito? Como lidar com estes estranhos sintomas? Por que na tenra infância ou adolescência isso pode acontecer? Por que a grande maioria dos fibromiálgicos são mulheres? Por que só uma minoria de homens desenvolvem a síndrome?
Estas e tantas outras questões ainda não possuem respostas. Os tratamentos atuais englobam antidepressivos, potentes analgésicos, fisioterapia, psicoterapia, psiquiatria, e essencialmente (exceto com proibição por ordem médica) a Atividade Física.
Esta é a parte que têm menor adesão, pelos pacientes.
É dolorosa no início, é desconfortante, é preciso muito empenho, é preciso acreditar que a fase aguda da dor vai passar, trazendo alívio. Todo paciente precisa de orientação médica e/ou do profissional, que no caso é o Educador Físico. Eles poderão determinar tempo de atividade diária, qual o que melhor se adapta a sua condição, corrige erros comuns durante a atividade, e não deixa que o paciente force além de seu próprio limite... Tudo é comandado de forma progressiva. Mas é preciso empenho e determinação.
Seja bem vindo ao nosso universo, complexo, diferente, invisível... mas é preciso lembrar que o Fibromiálgico não é invisível, e seus sintomas também são reais.
Respeite o fibromiálgico!
Nem tudo que você não vê, você desacredita...
Com a fibromialgia não é diferente.
Ela é uma das síndromes ou doenças invisíveis.
Nenhum paciente escolhe ser fibromiálgico.
Carinho, respeito, apoio, entendimento e harmonia ajudam e muito... depende da sociedade, dos familiares, dos amigos, e dos órgãos governamentais que insistem em desmerecer e desrespeitar o paciente.
Não seja você mais um nesta lista.
Agradecemos sua atenção.
Boa Leitura!

TRADUTOR

ABRAFIBRO NO YOUTUBE

Loading...

domingo, 18 de maio de 2008

Estou me sentindo muiiiiiiiiiito bem

Ola amigos, vim aqui deixar meu depoimento, estou me sentindo super bem desde que decide que a fibromialgia e todos os outros probelmas de saude que eu tenho nunca mais iriam atrapalhar minha vida, eu sei que alguns até dirão que estou sendo demagoga, mas é a mais pura verdade, o medicamento que tomo pra fibromialgia associado a fluoxetina, não estavam mais dando o resultado esperado, mudei até de local de trabalho por causa da fibro, eu sempre trabalhei a noite na escola e por causa dela no frio entrava de licença, fui trabalhar na Diretoria Regional de Educação, onde meu salario não sofreria nenhum prejuizo e para que eu pudesse trabalhar durante o dia, e a partir dessa mudança eu tive uma grande melhora, vou explicar como:
Nesse novo setor onde trabalho as pessoas são mais alegres, nós rimos o dia todo, qualquer coisinha vira motivo de piada, e olhe que nem pra brincar nós paramos de trabalhar, eu fico na frente do micro o dia todo, sentada, digitando, e nunca me senti tão bem, as minhas novas amizades me mostraram que rir é sempre o melhor remedio e eu bendigo o momento em que mudei de local de trabalho, pela manhã ainda acordo um pouco dolorida, com os dedos da mão duros, mas é só nesse momento que me sinto incomodada, as vezes muito raramente a mão ainda adormece, o sono ficou 90% melhor quando passei a tomar a dosagem recomendada de fluoxetina a noite antes de dormir, quando eu tomava pela manhã eu vivia o dia inteiro com sono , depois de mudar o horario do remedio tenho tido mais disposição e ainda tem mais uma mudança na minha vida além de encarar tudo com muito mais alegria, ja faz um mes que estou tomando Polén de Flores capsulado, isso também tem me dado mais disposição durante o dia, então é isso amigos da associação eu tenho estado muito bem mudando meu modo de ser e pensar, aliado ao uso do Polén de Flores, mais informações sobre o medicamento me deixem recado no orkut, pra quem é de São Paulo eu tenho conseguido na Famcia de Manipulação Colmeia telefone: 6147-0778, que todos tenham uma excelente semana sem dor...
Postar um comentário